domingo, 5 de maio de 2013

Vice-presidente da Câmara dos Comuns detido por estuprar outro homem

O vice-presidente da Câmara dos Comuns no Parlamento britânico, Nigel Evans (centro), deixa coletiva de imprensa, neste domingo (5) O vice-presidente da Câmara dos Comuns no Parlamento britânico, Nigel Evans, foi detido neste sábado (4) sob a acusação de violentar um homem e agredir sexualmente outro indivíduo, informou a imprensa em Londres.

Nigel Evans, do Partido Conservador do primeiro-ministro, David Cameron, foi interrogado sobre os supostos ataques cometidos contra dois jovens de 20 anos.

Evans, 55, é membro do Parlamento por Ribble Valley, no condado de Lancashire, noroeste de Inglaterra, e ocupa uma das vice-presidências da Câmara dos Comuns. A polícia de Lancashire admitiu em um comunicado que "um homem de 55 anos de Pendleton, em Lancashire, foi detido onten, sábado, 4 de maio, por suspeita de estupro e agressão sexual".

Uma porta-voz da polícia informou posteriormente que o "suspeito" foi libertado sob fiança até o dia 19 de junho.

A polícia revelou que o suposto ataque ocorreu em Pendleton, onde Evans vive, entre julho de 2009 e março de 2013.

David Cameron foi informado da prisão de Evans, segundo a imprensa.

Evans revelou ser gay em 2010, oito anos após ser eleito para a Câmara dos Comuns, dizendo estar "cansado de viver uma mentira".

Nigel Evans é uma figura popular em Westminster e estimado por legisladores de todo o espectro político. A notícia surpreendeu seus colegas conservadores.

"Todo mundo está completamente surpreso", disse Michael Ranson, presidente da Associação Conservadora Ribble Valley, à rede de televisão Sky News. "É um deputado muito popular".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VEREADORES QUEREM CRIAR COMISSÃO DO AEROCLUBE CONTRA ACM NETO

Em contraponto à iniciativa da oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) de criar a CPI (comissão parlamentar de inquérito) do Cen...